segunda-feira, abril 21, 2008

A MORTE EM DIRECTO

Como se sabe, morreu há dias na faixa de Gaza um repórter da Reuters, que "filmou a própria morte". Em tempos que já lá vão, vi na redacção do Telejornal um outro documento do mesmo género, igualmente arripiante, distribuído pela Visnews, uma agência de imagens filmadas que não sei se ainda existe: registava a morte de Bernard Fall, um historiador franco-americano da Guerra da Indochina (e depois do Vietnam) cujos livros continuam a ser indispensáveis: Hell in a Very Small Place (a batalha de Dien-Bien Phu) e Street without Joy, dois clássicos. Em 2006 foi publicado um livro da sua viúva, Dorothy Fall, Memories of a Soldier-Scholar. Fall e o repórter que ia a seu lado morreram na explosão de uma mina vietcong quando acompanhavam uma patrulha de soldados americanos. Naquele caso, como no da semana passada, as câmaras e os filmes sobreviveram. Eles é que já não servem...

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial