sexta-feira, março 23, 2007

A (NOT SO) BRIEF ENCOUNTER - THE BEST OF DAVID LEAN



Vi o primeiro filme de David Lean em 1958, no Porto-A Ponte do rio Kwai.Depois vi ,de Lawrence da Arabia até A filha de Ryan tudo o que foi dirigindo. Sempre achei os primeiros os seus melhores filmes.E talvez"melhor dos melhores , sem "épico"ou num" épico" de grande tragédia pessoal e privada, sem grandeza colectiva mas magnífico como narrativa austera, a preto e branco,"à inglesa" do imediato pós-guerra (é de 1946) de sentmentos e conflitos que as sociedades de hoje (quase)desconhecem.

1 Comentários:

Blogger Paulo Cunha Porto disse...

É também um dos filmes da minha vida, que gostaria de ver, noutro sentido, como "o filme da minha vida": a resistência que permite não sacrificar às empatias com que deparamos a integridade que emerge da manutenção dos compromissos que assumimos. E os Actores são muito grandes nesse registo de contenção na recusa do que degrada.

sexta-feira, março 23, 2007 1:05:00 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial