sexta-feira, setembro 28, 2007

28 DE SETEMBRO

Em 28 de Setembro de 1974 estava marcada a famosa e esquecida manifestação da "maioria silenciosa". Para mim e para o Manuel Múrias era principalmente o dia em que saía o número três do Bandarra, que era o quarto, contando com o número zero (na primeira página desse número que não chegou a ver a luz do dia, publicávamos uma fotografia de Spínola com a Guarda Republicana: Spínola cercado). O Manuel Maria Múrias dizia muitas vezes por essa altura: "Se me apanho preso, nem acredito." Foram-no buscar a casa nessa madrugada e esteve "arrecadado" até Dezembro de 1975. Eu não estava em Lisboa - e não voltei lá senão em 1976 e definitivamente só em 1988. Para alguns de nós foi - realmente - "o primeiro dia do resto das nossas vidas".

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial