terça-feira, maio 06, 2008

QUE FITA VAI HOJE? - DIA SIM, DIA NÃO

Depois da recente exibição na RTP 2 de O Planeta Proibido, hoje às 22.40, no TCM, passa outro "clássico" da ficção científica cinematográfica: À Beira do Fim (Soylent Green, 1973, Richard Fleischer). Pode adaptar-se à ficção científica o que Ortega y Gasset dizia da História: o futuro é essencialmente presente - e as "distopias" são uma consideração do mundo em que vivemos mais do que uma antecipação do mundo que ninguém sabe e poucos adivinham como será. Vejam este filme de Fleischer, um realizador "versátil", que foi capaz de se distinguir nos mais variados géneros desde o seu gabado filme negro The Narrow Margin (1952). Já aqui me referi a ele, salvo erro, e mencionei, ou talvez não, filmes como Vinte mil léguas submarinas (1954), A Rapariga do Baloiço Vermelho (The Girl in the Red Velvet Swing) ou Violent Saturday (ambos de 1955), Os Vikings (1958), O estrangulador de Boston (1968) e outros mais. A televisão repete com frequência um dos seus piores filmes: The Last Run (1971), que tem a particularidade de se passar em grande parte em Portugal, como tenho ideia de já também ter aqui referido. Nos cinemas, entretanto, está o director's cut de Blade Runner e num dos canais de que por norma não falo passa hoje outra adaptação de uma obra de Philip K. Dick: A Scanner Darkly (2006), o autor original da história deste filme.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial