domingo, outubro 19, 2008

LUZES DA AMÉRICA 1929 - 2. EDWARD HOPPER

Esta paisagem de Hopper é de 1929. Hooper sempre me inquietou e fascinou, como um pintor da América secreta, simbólica, um pintor metafísico na solidão das suas paisagens urbanas e do campo (estas cores podiam ser do De Chirico). Mas também de um realismo quase mágico, como nos faróis da costa do Maine.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial