quinta-feira, janeiro 22, 2009

QUE FITA VAI HOJE? - OUTROS TEMPOS

Com Les visiteurs (1993) o argumentista e realizador francês Jean Marie Poiré fez, ao que parece - é o que dizem, nunca vi - uma comédia cinematográfica escrita para cinema, inteligente e com graça - cuja ideia de base, uns personagens medievais transportados para os tempos modernos, foi também usada por Poul Anderson num divertido romance de "ficção científica", traduzido para português com o título de A grande cruzada, um dos meus favoritos dos tempos em que li muita dessa literatura, ao lado de Um cântico para Leibowitz,de Walter J. Miller, Jr., I am legend, de Richard Matheson, e mais dois ou três, de vários autores, livros nem sempre muito típicos do género mas típicos dos entusiasmos desses tempos, que me ficaram mais permanentemente na memória. Esse filme de Poiré foi um grande êxito de público e em 1998 teve uma primeira sequel, Les visiteurs 2, aka Les couloirs du temps, e em 2001 uma terceira parte: Os visitantes na América (Just visiting, ou Les visiteurs en Amérique, que passa hoje no Hollywwod às 21.30, uma oportunidade para ver se é sempre ou não verdade que nunca terceiras partes foram boas. No TCM, um bom programa duplo: às 20.00, mais uma vez Point Blank (À queima-roupa, 1967, John Boorman, Angie Dickinson, Lee Marvin, etc., já muito falado noutras ocasiões) e, hoje chego a horas, às 21.30, o Revolta na Bounty de cuja passagem ontem dei conta tarde demais. No mesmo horário matutino em que nos deu ontem O vale do arco-íris, a RTP1 passa hoje A ilha do Tesouro, de Victor Fleming (Treasure Island, 1934), com Wallace Beery no papel de Long John Silver. (A propósito, o romance de Robert Louis Stevenson, amaldiçoado com o labéu de clássico da literatura juvenil, está disponível para download como e-book gratuito no Projecto Gutenberg.)

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial