segunda-feira, fevereiro 09, 2009

QUE FITA VAI HOJE? - OUTROS TEMPOS

Nunca vi - nem realmente dei pela sua existência - o último filme dirigido por Vincente Minnelli, A matter of time, de 1976. Mas vi quase todos os penúltimos filmes dele, incluindo o que passa hoje às 00.15 no TCM: Os quatro cavaleiros do Apocalipse (The Four Horsemen of the Apocalypse, 1962), que não me deixou uma impressão propriamente indelével, embora talvez o defeito seja meu. O argumento era de Robert Ardrey - homem de teatro e de cinema, que nasceu nos Estados Unidos e acabou por ir morrer à Àfrica do Sul. Robert Ardrey é um nome que me tem aparecido muitas vezes ultimamente, ligado a alguns dos filmes que a TV tem ressuscitado; para mim, há-de ser sempre, em primeiro lugar, o autor de African Genesis e The territorial imperative, dois livros que nos anos 6o muitos de nós leram e não esqueceram. Eram os tempos também da descoberta da etologia - quando Konrad Lorenz falava com os patinhos e outros animais e Desmond Morris popularizava a ideia do "macaco nu", e tudo isso estava relacionado e de certa maneira vinha caucionar mais ou menos "cientificamente" - ponho aspas, mas Lorenz recebeu um Prémio Nobel - a ideia de uma ordem natural que pouco tinha a ver com os mitos revolucionários de liberdade, igualdade e fraternidade.

5 Comentários:

Blogger Gonçalo R. disse...

Caro Miguel Freitas da Costa...
Que achou da mini-série ficcional sobre a vida privada de Oliveira Salazar?
Um Obrigado! Eu poderei depois deixar a minha opinião...

terça-feira, fevereiro 10, 2009 1:10:00 da manhã  
Blogger Miguel Freitas da Costa disse...

Não vi!Só quando a repetirem.

terça-feira, fevereiro 10, 2009 2:06:00 da manhã  
Blogger Francisco disse...

Fico à espera da mini-série sobre a vida privada de Álvaro Cunhal.

terça-feira, fevereiro 10, 2009 4:57:00 da manhã  
Blogger T disse...

Para mim chega isto
http://dn.sapo.pt/2009/02/10/media/historiadora_arrasa_serie_sobre_sala.html

terça-feira, fevereiro 10, 2009 3:31:00 da tarde  
Blogger Gonçalo R. disse...

Mas Francisco..
A série "Até Amanhã Camaradas" que repetiu imensas vezes, também na SIC, era sobre a vida de quem no final de contas?

Repare, Álvaro Cunhal, é não tenhamos dúvidas de o dizer, uma nota de rodapé nos anais da história em que Oliveira Salazar é e sempre será figura principal...

terça-feira, fevereiro 10, 2009 5:03:00 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial