terça-feira, setembro 11, 2007

SETEMBRO NEGRO

"Setembro Negro" foi o nome adoptado pelo grupo terrorista que perpetrou o ataque de Munique, One Day in September (é o título de um livro de Simon Reeve sobre o atentado de 1972). Há seis anos outro dia de Setembro "abalou o mundo": toda a gente será hoje lembrada, de uma maneira ou de outra, do 9/11. Nesse tempo até Le Monde dizia que éramos todos americanos. We've come a long way, baby. No número 51 da nossa revista (Outono de 2001) publiquei algumas notas sobre o 11 de Setembro que tenciono reproduzir aqui, total ou parcialmente, em doses homeopáticas: "Um dia de setembro", "As Torres de Babel", "O terrorismo islâmico". Talvez tenha piada relê-las agora - e talvez seja um princípio para a "digitalização" de um arquivo do FP à disposição de quem esteja interessado. De momento, em homenagem à data, só duas citações que destacámos nessa altura: Terrorism is not mindless. It is a deliberate means to an end. (Grant Wardlaw, 1982); "O objectivo dos terroristas, disse Lenine, é aterrorizar. É também, provocando represálias, recrutar combatentes entre os 'moderados' que os apoiam." (Murray Sayle, "Terror and Television"). Coisas óbvias, que é preciso estar sempre a repetir.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial