quinta-feira, julho 31, 2008

QUE FITA VAI HOJE? - UMA E OUTRA VEZ

Sem querer ser insistente, tanto mais que se trata em geral de ruins defuntos que não merecem muitas velas, não quero deixar de referir a repetição hoje de vários filmes já aqui comentados ou referidos: Verão escaldante (Summer of Sam, 1999, Spike Lee), que, repito, é um dos filmes mais desagradáveis do autor e mesmo dos anos mais recentes, à 1.50 no AXN, Conan, o destruidor (Conan the Destroyer, 1984, Richard Fleischer), o segundo da saga de Robert K. Howard, à 1.00 no Hollywood, o ridículo mas muito ilustrativo de uma época e das suas pretensões Blow up de Antonioni (História de um fotógrafo, 1966), às 20.00, no TCM, que a seguir (21.50) repõe o Por favor não me morda o pescoço um filme um tanto desconjuntado de Roman Polanski feito na mesma época (1967). O filme da noite é outro: na RTP1, às 23.00, Na América (In America, 2002), um belo fime de Jim Sheridan - depois de Neil Jordan um dos mais importantes contributo da Irlanda para o cinema - o relizador de O meu pé esquerdo (My Left Foot, 1889) e Em nome do pai (In the Name of the Father, 1993), duas formidáveis interpretações de Daniel Day-Lewis. Jim Sheridan é um homem de talento, senso e sensibilidade - and so say all of us, o que neste caso não quer dizer que não seja verdade.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial