quinta-feira, março 01, 2007

Prémio PEN/Faulkner

Philip Roth é um dos meus escritores americanos preferidos. Estou habituado a que ganhe prémios em quase cada romance que escreve, muito embora deva confessar que me divido muito acerca das suas obras: se há romances, como A Pastoral Americana ou A Mancha Humana, que adorei, há outros, como O Teatro de Sabath ou Casei com um Comunista, de que francamente não gostei. Já perante o Complot contra a América fiquei relativamente indiferente.

O seu novo livro, Everyman, acaba de receber o Prémio PEN/Faulkner. Ainda não o li, mas espero fazê-lo em breve. Depois digo alguma coisa (entretanto, o Jaime, outro grande admirador deste escritor, já o leu e gostou bastante. No último número da revista fala disso...).

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial