quarta-feira, fevereiro 20, 2008

THE CINCINNATI KID OU - A VIDA É UM POKER

Bom,ao ler estas crónicas de cinema do Miguel não resisto a ir buscar uns "bonecos"(e já agora, piada machista e óbvia, de vez em quando umas bonecas) para as ilustrar e matar saudades destes grandes filmes. Joguei "poker" em duas ou três fases da minha vida: nos últimos anos da Faculdade , em que tínhamos - eu, o Angelo César, o João Nuno Magalhães uma "mesa" certa; em Carmona(Uige) na tropa. E e às vezes na caça ou na quinta,...
Uma conclusão e um conselho: jogando regularmente numa mesma "mesa",fica-se em casa; e se se tiver a a autodisciplina de ir a jogo só quando se tem (algum) jogo, é difícil não ganhar. Falo do "sintético", que é o que gosto de jogar.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial