terça-feira, fevereiro 17, 2009

ARROGANTES, IGNORANTES, INTOLERANTES...

Os "Prós e Contras" de ontem, sobre o casamento dos homossexuais, foram uma demonstração do espírito e das tácticas de uma certa esquerda obcecada com a imposição, a todo o custo, das suas concepções: a arrogância de uma pretensa superioridade ética de portadores das bandeiras do futuro, misturada com a vitimização mais telenovelística de casos pessoais; as técnicas do risinho lorpa, quando falam os outros e das argumentações de saco de vento jurídico incompreendido pela igorância da plebe reaccionária; autoridade; da desqualificação dos adversários até ao ponto da dissuassão intimidatória - ser contra o casamento de pessoas do mesmo sexo é ser homófobo!
Os argumentos e paralelos eram extraordinários: a escravatura, o racismo, a luta histórica pelos direitos das pessoas, a Constituição Americana, tudo veio à baila para justificar uma pretensão de um grupo de pressão que está longe de representar o conjunto dos homossexuais, mas que sim -e aí concordamos com Miguel Vale de Almeida - quer remover um símbolo, que o casamento é um contrato ou instituição que, pelas suas características só fez sentido histórica e substancialmente, como base da família tal como tem existido.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial