sábado, dezembro 01, 2007

O 1º DE DEZEMBRO

Quase acabava o dia sem menção aqui da Restauração da Independência de 1640. Já não passa sem ela. É o dia também em que faz hoje cem anos nasceu Francisco da Cunha Leão, o grande ensaísta de O Enigma Português e Ensaio de Psicologia Portuguesa, duas obras que deviam estar menos esquecidas e ser mais lidas ou relidas. A Guimarães Editores publica por estes dias Do homem português, uma colectânea de trabalhos dispersos do autor, com uma "introdução à sua obra por António Quadros, António Braz Teixeira, Pinharanda Gomes e Artur Anselmo". A restauração da inteligência portuguesa também é importante - e talvez prioritária enquanto ainda não está tudo perdido quanto à independência política.

1 Comentários:

Blogger Vitório Rosário Cardoso disse...

Óptimas sugestões para o dia de hoje.
Porque será que a comunicação social que esteve nas comemorações não fez menção sequer à data histórica, limitando-se apenas a entrevistar o Costa sobre a crise na CML? Acho estranho...

Saudações e viva Portugal livre e independente,

domingo, dezembro 02, 2007 12:36:00 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial