terça-feira, novembro 20, 2007

NORMAN MAILER - "MEMÓRIA" MUITO BREVE

Foi pelo post do Miguel, aqui mesmo no nosso blog, que soube da morte do Mailer. E queria dizer qualquer coisa, até porque a seu modo e a seu tempo foi importante para mim. Primeiro com essa parábola da guerra The Naked and the Dead. Muito mais tarde com Harlot's Ghost um roteiro épico de algumas histórias que ficam da História depois do seu fim, "histórias" em que e com que desconstruimos e reconstruimos a vida e aventura do nosso tempo.
Devo ao Mailer essa tarde de Domingo do princípio dos anos 90, em que deitado no sofá da minha sala li sem parar as primeiras 150páginas de Harloth's Ghost e fui com ele por aqueles lugares reais e simbólicos da Nova Inglaterra - casas georgeanas entre árvores centenárias, gabinetes alcatifados e com alta tecnologia, estradas chuvosas à margem do Atlântico com faróis iguais aos do Edward Hopper da costa do Maine.
Estava a viver ele o escritor da esquerda "macha" 200 por cento, em Provincetown, a capital "gay" no Norte de Cape Cod. Cape Cod que fizemos de carro num Verão já do século XXI, depois do 11/9. Li o seu último livro The Castle in the Forest e falei dele aqui e na FP. Vou concerteza voltar a eles, mas não quiz estar tanto tempo sem dizer nada.




1 Comentários:

Blogger Ângela disse...

apenas para lhe dizer que aprecio este blog, e, por isso mesmo, não posso deixar passar em branco o lapsus calami que está na última frase deste post... quiz? Não será "quis"?

segunda-feira, novembro 26, 2007 5:14:00 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial