sexta-feira, fevereiro 29, 2008

QUE FITA VAI HOJE?

Nem só de cinema vive o homem - e esta série de posts arrisca-se (too late!) a parecer uma monomania prolixa e maçadora. Vou por isso fazer mesmo um intervalo - para descanso do pessoal. Interrompo num dia que se apresenta venturoso para os cinéfilos. Como isto é por revoadas, temos hoje, à o1.00, na RTP1, um novo filme de Sidney Lumet, um filme bem feitinho que não adianta nada. Gloria (1999) não se compara com o original que com o mesmo título realizou em 1980 John Cassavetes, num dos seus momentos mais convencionais: os primeiros dez minutos do filme de Cassavetes são um extraordinário pedaço de cinema, em que a angústia e o medo dos que vão morrer num assassinato mafioso incomoda fisicamente; o resto - é o resto. Na TVI (00.15) regressa A Fúria do Herói (First Blood, 1982), de Ted Kotcheff, um realizador veterano, inócuo mas geralmente competente. Estreado dois anos depois da ascensão à Presidência dos Estados Unidos de Ronald Reagan a primeira "aventura" de John Rambo é um filme que reflecte um novo clima quanto à guerra do Vietname, ao "herói de guerra" e ao orgulho americano. Bem ou mal, seguiram-se-lhe mais dois ou três, cada vez de pior qualidade. Está nos cinemas o quinto da série, que se intitula, simplesmente, Rambo (2008). No canal TCM, há o que se pode considerar um programa duplo dedicado ao filme de gangsters americano: primeiro A Última Fuga, de Richard Fleischer, um thriller bastante soporífero mas que tem como protagonista George C. Scott e a curiosidade de se passar parcialmente em Portugal. Não vou alargar-me agora sobre R. Fleischer, por muito que me apetecesse. A seguir, às 23.30, A Selva de Asfalto, o clássico de John Huston (The Asphalt Jungle, 1950), um filme que serve de modelo a todos os filmes de assaltos que acabam mal. Grandes interpretações de Sterling Hayden, Louis Calhern, Sam Jaffe, etc., incluindo num pequeno papel Marc Lawrence (1910-2005), que entrou em literalmente centenas de filmes e cuja autobiografia Long time no see: Confessions of a Movie Gangster é muito gabada, mas não se consegue arranjar senão em segunda mão e por não poucos dólares.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial