quinta-feira, novembro 02, 2006

Os bons e os maus

Felizmente, um pouco por toda a Europa (e nos Estados Unidos também), começam a aparecer cada vez mais pessoas a declararem-se fartas do politicamente correcto e da constante atribuição aos europeus da culpa por todos os males do mundo . De facto, já estamos cansados de ser sempre os maus da fita, apenas por sermos brancos, católicos, ou tão simplesmente por termos nascido homens.

Vem isto a propósito da publicação em França, pelas mãos da Flammarion, de um livro de Daniel Lefeuvre, intitulado Pour en finir avec la repentance coloniale. Não se trata de defender o colonialismo, mas apenas de mostrar, com apoio de números e estatísticas, apoiados numa grande solidez metodológica, que a realidade não foi assim tão negra. Que a diabolização do colonizador não corresponde, afinal, à realidade. É que Daniel Lefeuvre, para além de especialista na "Argélia Francesa", é também professor de história na Universidade de Paris e uma autoridade na matéria. Um livro a ler, também em Portugal.

2 Comentários:

Blogger Rodrigo Nunes disse...

Em português está publicado( pela Terramar) um livro muito interessante sobre o tema que desmistifica uma série de mitos sobre a colonização a partir da análise económica:«Mitos e Paradoxos da História Económica», do professor Paul Bairoch.

sexta-feira, novembro 03, 2006 7:26:00 da tarde  
Anonymous Cristina Ribeiro disse...

Já é tempo de se acabar com a velha história do fardo do homem branco!

sábado, novembro 04, 2006 6:26:00 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial