terça-feira, dezembro 19, 2006

Mais"românticos": anarquistas



Como não sou faccioso na admiração "histórica"...

3 Comentários:

Blogger Sofocleto disse...

«Como não sou faccioso na admiração "histórica"...»

Admiro a sua imparcialidade. No entanto lembro-me de uma crónica sua no Expresso, onde nos avisa que mesmo que reduzamos o Irão a uma superfície lunar, um «terrorismo sem rosto» há-de, para todo o sempre, continuar a ameaçar-nos. E remata: quem nos defende?

Adivinho aqui um lancinante apelo ao complexo militar-industrial americano? O maior beneficiário do «terrorismo sem rosto»? Ou, como alguns dizem, o verdadeiro rosto do terrorismo?

terça-feira, dezembro 19, 2006 6:07:00 da tarde  
Blogger jaime nogueira pinto disse...

Pode precisar,data e outros detalhes desse meu texto ?É que há muitos anos que não apelo a destruição ou tábua rasa de coisas ,exceptuando expressões calistas do tipo "implementar" ou, "os portugueses escolheram",(nos apresentadores dos concursos).De resto estou cheio de paciência e tenho toda a simpatia pelo povo do Irão.E pelos povos em geral .

quarta-feira, dezembro 20, 2006 12:53:00 da manhã  
Blogger Sofocleto disse...

Eu sei que simpatiza com o povo do Irão e com os povos em geral, mas o problema será sempre esse terrorismo sem rosto que nos atenaza a existência.

quarta-feira, dezembro 20, 2006 7:18:00 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial