quarta-feira, março 29, 2006

Club de l'Horloge

Estamos com azar com os franceses. Depois de Houellebecq, outro nome errado: o artigo que publicamos no nosso número 60 sobre a Al-Qaeda (e que lá aparecerá com a atribuição correcta) é do nosso amigo Yvan Blot, e não de Yann Blot, como erradamente se escreveu neste mesmo sítio. Yvan Blot foi o primeiro Presidente do Club de l'Horloge, uma instituição que anda na casa dos trinta anos e que se apresenta como "um reservatório de ideias para a direita" (ver www.clubdelhorloge.fr). Continua a atribuir todos os anos o seu regozijante Prémio Lysenko (nome de uma espécie de charlatão que durante décadas passou por um grande cientista na União Soviética; achava as descobertas da genética falsas por serem incompatíveis com o marxismo). Este prémio, criado em 1990, "é atribuido a um autor ou personalidade que tenha, pelos seus escritos ou acções, dado um contributo exemplar à desinformação em matéria científica ou histórica, com métodos ou argumentos ideológicos.Entre os galardoados contaram-se, em 2001, Gilles Kepel e Bruno Etienne pela sua análise do declínio do islamismo e, em 1998, Pierre Bourdieu, "pelo conjunto da sua obra".

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial